Senai capacita primeira turma da Escola de Eletricistas da Equatorial

Quinta-feira, 31 de maio de 2022
descrição da imagem

Aula inaugural foi realizada na manhã dessa segunda-feira, 30

Os vinte e cinco primeiros alunos da Escola de Eletricistas da Equatorial Alagoas, que serão capacitados pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), tiveram a aula inaugural do curso na manhã dessa segunda-feira, 30. A cerimônia, também marcada pela entrega do material didático a ser utilizado durante a formação, foi realizada na sede da empresa no bairro Gruta de Lourdes, em Maceió.

O principal objetivo desta ação é capacitar jovens e adultos para atuar no setor de distribuição de energia elétrica, preparando-os para o mercado de trabalho numa área de atuação cheia de oportunidades, onde existe a necessidade de novos profissionais.

“Se o sonho de vocês é se qualificar e se tornar um profissional com maiores chances no mercado de trabalho, tenham a certeza de que estão no caminho certo. A pesquisa de egressos do Senai de 2021 revela que em cada 10 ex-alunos de cursos técnicos da entidade, sete estão empregados”, ressaltou o presidente da Federação das Indústrias do Estado de Alagoas (Fiea), José Carlos Lyra de Andrade, na saudação à turma.

O presidente da Equatorial Alagoas, Humberto Soares, participou da aula inaugural de fardamento. “Este é o uniforme usado por nossos eletricistas e espero que, daqui a três meses, vocês estejam vestindo ele, contribuindo com o nosso negócio, distribuindo energia para desenvolver Alagoas, para a vida das pessoas”, disse ele, ao lembrar que, em três anos, a empresa investiu mais de R$ 700 milhões no estado e aumentou o quadro de funcionários de 2.500 para 3.500 pessoas, diretamente.

Gilvânia da Silva Lins, de 32 anos, é uma das duas mulheres que iniciaram o curso nessa segunda-feira. Ela conta que sempre teve o incentivo do pai para ir além de qualquer limite. “Tenho cinco irmãs, então, eu fui a primeira delas a entrar e tirar habilitação e tudo mais. Eu também vou ser uma das primeiras a entrar nessa área. Para mim, é fundamental ter, dentre as expectativas do meu pai e a minha, mostrar para ele que o que ele me ensinou eu estou seguindo em frente”, disse.

Motivação para ela possui nome e idade. Chama-se Felipe Guilherme e tem 11 anos. “Me motiva é olhar, quando eu vejo o meu filho olhar para mim e dizer: ‘minha mãe é eletricista, minha mãe tem a carteira de habilitação, ela vai à frente’. Porque ele também vai olhar para mim e dizer: ‘eu posso muito mais do que a vida pode me impor’”, afirma.

A cerimônia teve as presenças do diretor regional do Senai, Carlos Alberto Paes, da diretora de Educação e Tecnologia do Sesi Senai em Alagoas, Cristina Suruagy, da gerente de Educação do Sesi, Clarisse Barreiros e da gerente comercial, Mônica Vieira. Pela Equatorial, esteve presente o superintendente de Operações, Sérgio Valinho, além do representante da empresa Dínamo, Leopoldo Almeida, que apoia o projeto.