Cursos abertos

BLOG SENAI

Eficiência energética: como a inovação pode ajudar?

Notícias

Fique por dentro das novidades!

  • Rede mostra à ABDI ganhos de empresas com a plataforma Produtiva

    Representantes da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) estiveram nessa terça (9) e quarta-feira (10) em Maceió. A agenda deles incluiu almoço com o presidente da Federação das Indústrias do Estado de Alagoas (Fiea), José Carlos Lyra de Andrade, visita ao HUB Senai e a empresas que já avançam no aumento da competitividade e da produtividade após terem implantado o projeto Plataforma Produtiva.   Desenvolvido pela Rede Alagoana de Transformação Digital, o projeto está na fase de escala desde o mês de fevereiro. Financiada pelo edital Digital.br, a ferramenta permite que o empresário reúna dados estratégicos para subsidiar a tomada de decisões visando a melhorar a produção. Entre eles, o índice de eficiência das máquinas e equipamentos, tempo médio entre falhas, desperdícios, consumo de energia e estoque.   A implantação da Produtiva nas empresas alagoanas é fruto de um trabalho conjunto entre o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai/AL), a Fundação de Amparo à Pesquisa de Alagoas (Fapeal), a Secretaria de Estado da Ciência, da Tecnologia e da Inovação (Secti) e o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae/AL).   Segundo o gerente executivo de Inovação e Tecnologia do Senai/AL, Maicon Lacerda, empresas que aderiram à solução na fase piloto já aperfeiçoaram a plataforma e colhem bons resultados. No início, foram 65 empresas atendidas. “Agora, na fase de escala, temos o desafio de atender a 270 empresas para levar essas tecnologias até as indústrias aqui do estado”, aponta Maicon Lacerda.   Nesta etapa de escala do projeto, a meta é que as empresas atendidas registrem aumento de 20% na produtividade e de 10% no nível de maturidade digital. “Esse projeto presta uma série de serviços para as empresas participantes, desde capacitação e consultorias para melhoria de processos produtivos, até a incorporação da plataforma Produtiva”, destaca a gerente de Transformação Digital da ABDI, Adryelle Pedrosa.   Evolução na prática   Para demonstrar a aplicação da tecnologia e os resultados na ponta, a comitiva da ABDI visitou três empresas que implementaram a Produtiva na fase de escala. “A plataforma veio para transformar a nossa empresa da água para o vinho. Antes a gente anotava tudo em papéis, arquivos e blocos de nota. Hoje tudo fica alimentado no site e no aplicativo. Conseguimos ver de perto o crescimento da empresa”, compara Raianne Bruna Duarte, diretora da Vovó Maze, empresa do ramo de alimentos.   Já a Tempermac é referência no mercado de vidros temperados no estado. “Nós conseguimos reduzir o número de perdas, melhorar a produtividade hora/homem e da máquina e economizar energia. A análise desses números gera um ganho de produção em geral”, avalia o diretor da empresa, Lusirlei Albertini.   Atuando no envaze de água mineral, a Aldebaran recebeu, além da plataforma, um kit de sensoriamento que identifica a quantidade de galões cheios e lacrados que passam pela esteira antes de serem colocados nos caminhões de transporte. “Eu consigo visualizar a produção e a quantidade de horas paradas. Isso tudo gera um ganho de informação para podermos fazer uma análise de como estamos no dia a dia”, afirma o supervisor de produção da Aldebaran, Leonardo André.

    LER MAIS
  • Senai e empresa de eletroeletrônicos se unem para formar profissionais qualificados

    Por meio da educação profissional em diferentes níveis de qualificação e especialização, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) forma pessoas preparadas para enfrentar os desafios reais do mercado de trabalho. Além disso, a entidade atende às demandas das empresas por profissionais com as competências necessárias, ampliando oportunidades no mercado de trabalho.   A mais nova parceria do Senai neste sentido foi com a empresa TCL Semp, do setor de eletroeletrônicos, que marcou um avanço na formação profissional e no desenvolvimento de competências técnicas na área de climatização e refrigeração. Foram 20 pessoas capacitadas, após 24 horas de treinamento, na última semana.   “Juntos, montamos uma infraestrutura de ponta para a oficina de refrigeração, equipada com as mais modernas tecnologias e ferramentas disponíveis no mercado. Esta parceria nos permite oferecer aos nossos alunos uma experiência prática, robusta e alinhada com as necessidades do mercado atual, proporcionando um ambiente de aprendizado inovador e realista”, explicou o gerente do Senai Poço, Welton Barbosa.   O Senai e a TLC Semp desenvolveram o curso de Técnicas de Instalação de Condicionadores de Ar Tipo Split. Este curso foi elaborado para capacitar profissionais com conhecimentos teóricos e práticos essenciais para a instalação, manutenção e operação eficiente de sistemas de ar condicionado split, amplamente utilizados em residências e empresas.   O engenheiro de Desenvolvimento de Produto da TLC, Vanderlei de Oliveira, disse que a experiência foi positiva. “Os resultados foram excelentes, superando nossas expectativas. Desde o início, fomos acolhidos de maneira exemplar pelo Senai, o que proporcionou um ambiente agradável e propício para o aprendizado”, afirmou.   Vanderlei destacou as vantagens de contar com um parceiro como o Senai na formação profissional. “Os participantes terão em seus currículos um acréscimo significativo de conhecimento, o que ajudará a difundir a marca TCL no mercado. Em resumo, o treinamento TCLExperts 2024 foi uma experiência enriquecedora, marcada por um acolhimento caloroso, excelente instrução e suporte competente’, concluiu.

    LER MAIS
  • Senai e Prefeitura de Maceió lançam programa itinerante de educação digital

    A Prefeitura de Maceió e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) lançaram um programa inédito, durante solenidade realizada no Vergel do Lago, na última sexta-feira, 22. O Tech Massa utiliza uma unidade móvel equipada com computadores e recursos modernos para percorrer os bairros da cidade, oferecendo capacitações gratuitas de informática básica e empreendedorismo.   O programa vai dar acesso a mais de 300 oficinas para 4.200 pessoas de baixa renda e que precisam de oportunidade de crescimento pessoal e profissional. “Esta ação representa um passo significativo para o futuro de nossa cidade, promovendo a democratização do acesso à tecnologia e capacitação digital para os cidadãos de Maceió”, destacou o gerente do Senai Poço, Welton Barbosa. A gerente comercial da Federação das Indústrias, Mônica Vieira, também representou a instituição.   O prefeito de Maceió, JHC, ressaltou a iniciativa inovadora que visa democratizar o acesso à tecnologia e capacitar os cidadãos para os desafios da era digital. “Esse investimento será aplicado ao longo de sete meses. Agradeço a parceria da Federação das Indústrias, que montou todo esse projeto e está mentorando esses cursos para que as pessoas possam se conectar com o futuro”, disse ele.   O programa conta com investimento de R$ 660 mil e tem a parceria da Secretaria Municipal de Estratégias Disruptivas, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedciti). As oficinas abrangem áreas variadas, desde o uso básico do Excel, PowerPoint e Word, até segurança na internet, inclusão digital para a terceira idade, criação de currículos, uso do WhatsApp, e empreendedorismo.   Além disso, são voltadas para o mercado de trabalho e geração de renda, e tem até mesmo uma oficina sobre o uso do ChatGPT para empreendimentos. Vanessa Santos, moradora da região, participou do lançamento e estava satisfeita com a iniciativa. “A gente ganhou os apartamentos do Parque da Lagoa e agora está tendo a oportunidade de ter cursos profissionalizantes para futuramente ter um trabalho digno, para que a gente venha manter o nosso apartamento, pagar as parcelas, a água, a energia, e ter uma vida digna”, revelou.

    LER MAIS
  • Especialistas do Senai/AL integram força-tarefa de reconstrução do Senai/RS

    O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) de Alagoas enviou quatro especialistas ao Rio Grande do Sul para compor a força-tarefa que atua no suporte à recuperação das escolas Senai daquele departamento regional atingidas pelas enchentes. Os trabalhos foram iniciados em caráter de urgência no dia 29 de maio.   Eles contribuem com apoio técnico na reconstrução das escolas localizadas em Porto Alegre e Região Metropolitana, que sofreram graves danos por conta das chuvas. Nelas, a água chegou a alcançar 1,2 metro de altura, danificando a estrutura e vários equipamentos, que estão sendo consertados com a participação dos alagoanos.   “Alagoas não poderia deixar de contribuir com este esforço nacional de reconstrução, juntamente com os outros departamentos regionais, para que o Rio Grande do Sul volte a ser o estado próspero e desenvolvido de antes da enchente”, disse o presidente da Federação das Indústrias do Estado de Alagoas (Fiea), José Carlos Lyra de Andrade.   Quem são   Pelo Senai Poço, os especialistas Claudenor Arcanjo dos Santos Netto e Alessandro Francisco da Cruz Júnior chegaram ao Rio Grande do Sul no último dia 29. Instrutor da área de Eletricidade, Claudenor também apoiará as frentes que envolvam competências relacionadas à segurança de sistemas elétricos de potência, limpeza e organização. Alessandro é instrutor da área de Construção Civil, e possui as competências de gesseiro, pintor, hidráulica predial, limpeza e organização.   No Rio Grande do Sul desde a terça-feira (4), Rômulo de França Melo é da Unidade Integrada Sesi Senai de Arapiraca. Ele é mecânico de automóveis e motocicletas, além de possuir competência na área de solda. O instrutor do Senai Benedito Bentes Atahualpa Bastos Lelis é especialista da área de Eletricidade, com competência em segurança de sistemas elétricos de potência.

    LER MAIS
Veja mais noticias
×