Cursos abertos

BLOG SENAI

Eficiência energética: como a inovação pode ajudar?

Notícias

Fique por dentro das novidades!

  • Especialistas do Senai/AL integram força-tarefa de reconstrução do Senai/RS

    O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) de Alagoas enviou quatro especialistas ao Rio Grande do Sul para compor a força-tarefa que atua no suporte à recuperação das escolas Senai daquele departamento regional atingidas pelas enchentes. Os trabalhos foram iniciados em caráter de urgência no dia 29 de maio.   Eles contribuem com apoio técnico na reconstrução das escolas localizadas em Porto Alegre e Região Metropolitana, que sofreram graves danos por conta das chuvas. Nelas, a água chegou a alcançar 1,2 metro de altura, danificando a estrutura e vários equipamentos, que estão sendo consertados com a participação dos alagoanos.   “Alagoas não poderia deixar de contribuir com este esforço nacional de reconstrução, juntamente com os outros departamentos regionais, para que o Rio Grande do Sul volte a ser o estado próspero e desenvolvido de antes da enchente”, disse o presidente da Federação das Indústrias do Estado de Alagoas (Fiea), José Carlos Lyra de Andrade.   Quem são   Pelo Senai Poço, os especialistas Claudenor Arcanjo dos Santos Netto e Alessandro Francisco da Cruz Júnior chegaram ao Rio Grande do Sul no último dia 29. Instrutor da área de Eletricidade, Claudenor também apoiará as frentes que envolvam competências relacionadas à segurança de sistemas elétricos de potência, limpeza e organização. Alessandro é instrutor da área de Construção Civil, e possui as competências de gesseiro, pintor, hidráulica predial, limpeza e organização.   No Rio Grande do Sul desde a terça-feira (4), Rômulo de França Melo é da Unidade Integrada Sesi Senai de Arapiraca. Ele é mecânico de automóveis e motocicletas, além de possuir competência na área de solda. O instrutor do Senai Benedito Bentes Atahualpa Bastos Lelis é especialista da área de Eletricidade, com competência em segurança de sistemas elétricos de potência.

    LER MAIS
  • Jornada da Indústria: Fiea reafirma compromisso com sustentabilidade dos negócios

    Planejar o futuro da Indústria alagoana, inserindo-a no contexto da modernidade, tornando-a mais sustentável e competitiva. Foi com esse objetivo que a Federação das Indústrias do Estado de Alagoas (Fiea) iniciou a Jornada da Indústria, nessa segunda (3) e terça-feira (4), com o tema “Conectando o futuro: Avançando com ESG na Indústria”.   Nestes dois dias, representantes do setor produtivo, da academia, do poder público e da Rede de Inovação do Senai discutiram e sugeriram propostas de ações estratégicas para que Alagoas avance nas temáticas da Transição Verde e Digital, nos campos da Bioeconomia, Energias Renováveis, Economia Circular e Transformação Digital.        Na abertura do evento, o presidente da Fiea, industrial José Carlos Lyra de Andrade, afirmou que sustentabilidade e negócios são dois lados de uma mesma moeda. “As práticas de sustentabilidade são decisivas para alavancar a neoindustrialização no nosso estado e no nosso país”, explicou.   A atividade, que ocorreu no Hotel Jatiúca, também posiciona as marcas Sesi, Senai e IEL como entidades que ajudam as empresas a se prepararem para a agenda do futuro. “A missão do Sesi, do Senai Alagoas e do IEL é apoiar as empresas na incorporação de práticas sustentáveis, garantindo uma atuação voltada ao hoje e, principalmente, ao amanhã”, concluiu José Carlos Lyra.   Entre os convidados, pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), estavam o diretor de Relações Institucionais, Roberto Muniz e o superintendente de Meio Ambiente, Davi Bomtempo; pelo BNDES, o chefe do Departamento de Estratégia Social e Territorial, Eduardo Kaplan; pela Petrobras, a gerente de Integração de Projetos Ambientais, Michele Gomes Cardoso.   A Veolia foi representada pelo diretor de Operações, Francisco Dal Rio; a Mineração Vale Verde pelo Chief Operating Officer, Tony Lima; a Embrapii, pelo assessor da Diretoria de Relações Institucionais; Maycon Stahelin; a Finep, pelo gerente  da Região Nordeste, Ossi Ferreira. Pelo Instituto Senai de Inovação, esteve presente o pesquisador chefe, Marcos Berton; pela Ambipar o superintendente para o Nordeste, Vinícius Constantino; e pela Origem Energia, a diretora jurídica Alexandra Garchet.   Painel   O painel de especialistas, que ocorreu no segundo dia, foi coordenado pelo especialista em Políticas e Indústria da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Marcello Pio. Ele explica que o segundo momento consistirá na elaboração de um documento com as propostas elaboradas nos dois dias do evento. “A Fiea deu um passo por uma mudança intensa. Agora, o mais importante é que essas ações aqui debatidas, essa expectativa que nós geramos, de fato, se transformem em resoluções e ações concretas”, disse.   Jornada da Indústria   A ação desta semana marca as comemorações pelo Dia da Indústria (25 de Maio) e pelos 45 anos da Casa da Indústria. Até o final do ano, a Jornada da Indústria terá continuidade com os temas Inovação, Produtividade, Saúde e Segurança, Educação Profissional e Sucesso. A programação está disponível no site fiea.com.br/ofuturodaindustria/.

    LER MAIS
  • Senai oferta curso técnico para quem deseja aproveitar oportunidades

    Setor de Petroquímica deve gerar 300 mil empregos nos próximos anos

    Reportagem publicada em O Globo (11/04/2024) revela que o setor de petroquímica deve gerar 300 mil postos de trabalho no Brasil, entre diretos e indiretos, nos próximos seis anos. A projeção é da Associação Brasileira das Empresas de Bens e Serviços de Petróleo (Abespetro), entidade que representa a cadeia de fornecedores das petroleiras.   As contratações já estão a pleno vapor, segundo a entidade. No ano passado, foram criadas 55 mil vagas e as contratações no setor de petróleo e gás cresceram 30% no primeiro trimestre deste ano, na comparação com os três primeiros meses de 2023. Telmo Ghiorzi, presidente da Abespetro, revela que a perspectiva de geração de empregos segue a expansão da produção de petróleo e gás no país, na esteira do desenvolvimento do pré-sal.   Em Alagoas, também há oportunidades, com cerca de 200 indústrias compondo a Indústria da Química e do Plástico, segundo dados do Caged. Os alagoanos interessados em entrar neste mercado contam com o curso técnico ofertado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), que está com matrículas abertas.   De acordo com o portal da instituição de ensino profissionalizante, o curso se destina a “pessoas que pretendem seguir carreira em indústrias do segmento petroquímico e de refino de petróleo, a profissionais que já atuam em áreas afins como química, mecânica, eletroeletrônica e automação e querem iniciar uma nova trilha no segmento petroquímico”. Para outras informações, basta clicar aqui.

    LER MAIS
  • Quem busca o sonho de comprar um imóvel também pode investir no futuro

    Senai/AL marca presença no Festival Ademi da Casa Própria

    Além do sonho de comprar um imóvel, os visitantes da 16ª edição do Festival Ademi da Casa Própria têm a oportunidade de buscar o seu futuro no mercado de trabalho, por meio de uma capacitação profissional. São diversas possibilidades ofertadas pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai).   Presente em Maceió e Arapiraca, o Senai é o caminho certo para quem busca qualificação, crescimento profissional e vantagem competitiva no mercado de trabalho. No estande da entidade da Indústria, os visitantes podem participar de um game e ganhar brindes, além de conferir as vagas em vários cursos técnicos nas áreas de Automação Industrial, Logística, Eletromecânica, Petroquímica, Eletrotécnica, Produção de Moda, Edificações, Química, Informática para Web e Segurança do Trabalho.  

    O Festival

      Aberto nessa terça-feira (7), com a presença do vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado de Alagoas (Fiea), José da Silva Nogueira Filho, o evento segue até o próximo domingo (12), na Praça Central do Maceió Shopping. São ofertadas 1.300 unidades, entre apartamentos, casas e terrenos, de sete construtoras.   O público também conta com condições especiais de pagamento e atendimento da Caixa Econômica Federal para encaminhar os financiamentos dos imóveis, cujos preços variam de R$ 140 mil a R$ 700 mil.   O 16º Festival Ademi da Casa Própria é uma realização da Ademi-AL, correalização da Fiea, Sebrae e Sinduscon-AL, com patrocínio da Caixa,  Algás, Coopercon, Mútua, Krona Tubos e Conexões, além do apoio do Maceió Shopping.

    LER MAIS
Veja mais noticias
×