Alunos do Senai/AL serão contratados por multinacional

Quinta-feira, 06 de dezembro de 2021
descrição da imagem

Vinte egressos da área de Petroquímica deverão integrar quadros Braskem nos próximos dias, após terem concluído o estágio supervisionado pelo IEL/AL

Faltam poucos detalhes para vinte novos talentos integrarem os quadros da Braskem, em Alagoas. Em poucos dias, eles começam a atuar como operadores de processos após terem sido selecionados entre trinta estagiários do curso de Petroquímica do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai). Os estágios foram intermediados pelo Instituto Euvaldo Lodi (IEL).

A qualidade da formação profissional do Senai abriu as portas do mercado de trabalho para esta turma. “O diferencial está na qualidade dos professores, além da grade curricular que é validada pela Braskem, em parceria com o Senai”, disse Agnaldo Evangelista, que é responsável pelo recrutamento e seleção da multinacional no país.

É um mercado promissor. “Muitos operadores de processos da empresa estão se aposentando e, com a pandemia, outros ficaram em home office. O setor vive um momento de renovação de quadros e de oportunidades”, disse a supervisora da área de Química, Petroquímica, Polímeros e Mineração do Senai/AL, Renata Santos.

"Valeu muito a pena"

Bárbara dos Santos Barros, 33, ficou muito feliz por ter encontrado uma vaga de emprego pouco depois de concluir a qualificação. “Depois que terminei o curso, participei de uma seleção para estágio na Braskem, onde passei por várias etapas. Fui aprovada para iniciar o estágio, que durou por volta de seis meses e, em seguida, houve uma convocação para ser efetivada. Ao todo, acredito que o processo durou cerca de um ano e valeu muito a pena”, conta.

Ela destaca que a qualificação profissional é muito importante e deve ser contínua. “Com a modernização, as informações surgem a toda hora e a todo instante temos que nos manter informados e qualificados. É preciso buscar formas de atualização a exemplos de cursos técnicos como o do Senai, palestras e outros recursos para adquirir conhecimento”, afirma.

Cássio Otávio Santos dos Anjos, de 33 anos, tinha uma boa expectativa, mas, não achava que conseguiria um emprego tão rápido. Para ele, o curso no Senai fez toda a diferença. “A qualificação profissional é de suma importância, pois é o que nos permite conseguirmos as oportunidades que tanto almejamos”, afirmou.

[caption id="attachment_15760" align="aligncenter" width="768"] A aluna Bárbara Santos, a supervisora Renata Santos e o aluno Cássio Otávio | Cortesia[/caption]

Estágio

O empenho no estágio também foi fundamental para as contratações. A turma com alto aproveitamento foi selecionada pelo IEL/AL. “O estágio é importante para medirmos o conhecimento técnico, aptidão para a função e a aderência à cultura da Braskem, sobretudo, nos itens segurança e confiabilidade humana”, conclui Agnaldo Evangelista.