Senai e Equatorial iniciam segunda turma da Escola de Eletricistas

22 de agosto de 2022

Presença feminina em área dominada por homens é destaque no curso

As mulheres alagoanas começam a dar os primeiros passos para conquistar mais um espaço dominado pelos homens no mercado de trabalho. Elas já são 35% dos alunos da segunda turma da Escola de Eletricistas da Equatorial/AL, a ser capacitada pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai).

A aula inaugural, realizada nesta segunda-feira, 22, na escola Senai Poço, foi marcada pela revelação de sonhos e de histórias de superação. “A partir de hoje, a vida de vocês não será mais a mesma! A Escola de Eletricistas é um marco na transformação das vidas de quem participa deste programa”, disse o presidente da Federação das Indústrias do Estado de Alagoas (Fiea), José Carlos Lyra de Andrade.

Ele destacou a perspectiva de ingresso no mercado de trabalho das pessoas que se destacam neste curso e definiu as mulheres como “determinadas, multitarefas e cuidadosas”, características que as fazem se destacar.

Paula Monteiro é um exemplo de determinação. Quando uma amiga a informou sobre a abertura da turma, não pensou duas vezes. Largou o trabalho como auxiliar de cozinha e se inscreveu. Questionada sobre o que faria sem o emprego, ela não pensou duas vezes. “Meu trabalho será, logo, logo, como eletricista! Vou me capacitar para isso”, afirmou.

Oportunidades não faltarão. O presidente da Equatorial em Alagoas, Humberto Soares, afirma que há uma demanda reprimida por eletricistas profissionais no estado. Segundo ele, em cerca de três anos e meio, o número de pessoas que trabalham na empresa saltou de 2,5 mil para 3,6 mil. “Este número seria maior se tivéssemos mais profissionais qualificados”, revelou.

E o objetivo é crescer com inclusão. Da primeira turma, que se forma neste mês de setembro, participam duas mulheres. Nesta segunda, elas já são oito. “Vamos chegar a 100% de mulheres em uma turma no futuro”, disse Soares.

Além dos alunos, participaram da aula inaugural o diretor regional do Senai, Carlos Alberto Paes, a diretora de Educação e Tecnologia Sesi Senai, Cristina Suruagy, a diretora de Marketing do Sistema Fiea, Cláudia Piatti, o gerente do Senai Poço, Welton Barbosa e a gerente comercial, Mônica Vieira.

Pela Equatorial, participaram o superintendente de Operações, Sérgio Valinho e o gerente corporativo do Projeto de Gestão e Segurança, Leonardo Rodrigues. A empresa Dínamo, que apoia a iniciativa, foi representada pelos diretores Leopoldo Almeida e Dan Marabaia.