Notícias

Programa de Pré-Aceleração oferece apoio a empresas em fase inicial

Terça-feira, 28 de setembro de 2021

Empreendedores terão consultoria e apoio financeiro no valor de R$ 20 mil; edital está no site do Senai/AL

A inscrição no Programa de Pré-Aceleração - Geração do Hoje (GdH – Indústria) já está disponível AQUI. Nesta primeira etapa, a pré-aceleradora vai receber 15 projetos de empresas que atuam na cadeia produtiva da indústria e que estejam em fase inicial – ideação, pré-operação ou operação.

O programa é executado pelo Senai, com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas (Fapeal) e da Secretaria de Estado da Ciência, da Tecnologia e da Inovação (SECTI), e marca as primeiras ações do SenaiHub, inaugurado no último dia 21. O novo espaço do Senai Poço vai promover o empreendedorismo inovador, atendendo à indústria com serviços próprios ou em rede com os Institutos Senai de Inovação e de Tecnologia distribuídos por todo o país.

Os empreendedores selecionados no edital, cujo termo de parceria foi assinado durante a inauguração do SenaiHub, terão acesso gratuito a um programa criado especialmente para apoiar o desenvolvimento de novos negócios. A metodologia TXM, como foi batizada, abrange desde a definição do propósito da empresa até a prototipagem de produtos e serviços e a avaliação comercial do projeto.

O trabalho é executado com mentorias e orientações técnicas em um ambiente físico e com apoio de uma plataforma que estimula o networking e a troca de experiências. Os participantes do programa também terão apoio financeiro, com aporte de até R$ 20 mil para cada empresa.

A metodologia TXM já apoiou o desenvolvimento de aproximadamente 500 empresas. Há cinco anos é usada em laboratórios de cocriação em Santa Catarina e desde 2020 ajuda a desenvolver ideias empreendedoras também em Brasília.

Gerente executivo de inovação e tecnologia do Senai de Alagoas, Maicon Lacerda diz que o projeto vai mostrar aos empreendedores que a inovação pode ser um diferencial importante para novos negócios ou empresas de menor porte. Informações, no site www.al.senai.br.

Compartilhe: