Notícias

Indústria alagoana doa 2.200 protetores faciais ao governo do Estado e ao HU

Sexta-feira, 22 de maio de 2020

Leves e confortáveis, os protetores fabricados pelo Senai são um dos acessórios mais eficientes para evitar o contágio pelo coronavírus

Em Alagoas, mais de dois mil profissionais de saúde ganharam um importante item de proteção para atuar na linha de frente do combate ao novo coronavírus. Nessa quinta-feira, 21, a Federação das Indústrias (Fiea), o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e o Sindicato da Indústria da Construção (Sinduscon) doaram dois mil protetores faciais ao governo do Estado e 200 ao Hospital Universitário da Universidade Federal de Alagoas (Ufal).

Leves e confortáveis, os protetores fabricados pelo Senai são um dos acessórios mais eficientes para evitar o contágio pelo coronavírus. Eles criam uma barreira física e evitam que gotículas contaminadas, dispersas no ar, entrem em contato com o rosto de quem trabalha muito próximo ou em contato físico com o paciente infectado.

“Com essa ação, o Senai, a Fiea e o Sinduscon contribuem para proteger profissionais importantes nesse momento de pandemia da Covid-19. O Senai também colabora com o conserto de respiradores, doação de máscaras, preparação e doação de álcool, além de assessoria técnica e parcerias com instituições para desenvolver projetos úteis para combatermos a propagação do coronavírus”, destacou Welton Barbosa, gerente de Tecnologia do Senai/AL.

Compartilhe: