Curso presencial ou semipresencial: afinal, quais são as diferenças?

descrição da imagem

Ao decidir fazer um curso, é comum que surja a dúvida sobre qual modelo de ensino é melhor seguir ou qual se encaixa melhor na sua disponibilidade. Muitos já sabem identificar as características do EAD, o ensino a distância, que tem um nome autoexplicativo. Já as diferenças entre outras duas modalidades possíveis, curso presencial ou semipresencial, ainda geram alguns questionamentos.

Curso presencial Modelo mais tradicional de ensino, o curso presencial se caracteriza pela necessidade de presença do aluno em um determinado local com horário marcado. A taxa de frequência exigida geralmente é de 75% das aulas para aprovação nas disciplinas. Nesse tipo de curso, podem haver também aulas ministradas por EAD (até 20% da carga horária). São matérias teóricas, que não exigem prática em sala ou laboratório. Nessas ocasiões, o estudante fica em casa e conta com o auxílio virtual de um tutor para tirar as dúvidas. Curso semipresencial Já o curso semipresencial funciona em um sistema misto, onde existem atividades presenciais e a distância. Até 80% da carga horária dos cursos semipresenciais é cumprida através de um ambiente virtual, que conta com exercícios e simulados online. Uma vez por semana, é feita uma aula ao vivo pelo instrutor também pela internet. O restante da carga horária do curso é feita de forma presencial. São disciplinas que exigem prática em oficina ou laboratório. Vantagens do ensino semipresencial Os cursos semipresenciais são ideais para quem não consegue estar presente de forma diária em uma instituição de ensino, mas não abre mão de, eventualmente, ter encontros de maneira presencial com os instrutores e os outros alunos. Assim, é um formato que se adapta muito bem a quem trabalha em horário comercial e, por problemas como mobilidade urbana, acredita não ser possível estudar e expandir o campo de aprendizado. eficiente da tecnologia. Hoje em dia existem plataformas de ensino avançadas, com ferramentas que permitem uma boa e eficiente interação virtual entre alunos e professores, além de oferecer soluções que facilitam a aprendizagem remota. Os cursos semipresenciais buscam explorar ao máximo essas possibilidades, fazendo com que os encontros presenciais sejam pontuais porém mais eficazes dentro da jornada de ensino. Na modalidade semipresencial, a aprovação do aluno irá depender de avaliações feitas presencialmente. A taxa de frequência também tem que ser de 75% dos encontros presenciais existentes ao longo da disciplina. Fazendo um balanço, as principais vantagens do curso semipresencial são a flexibilidade da carga horária e o custo-benefício, sem abrir mão do networking com os colegas e professores. Agora você já conhece as diferenças entre o curso presencial e semipresencial e pode fazer a escolha pelo modelo que mais se encaixa às suas necessidades. Fique sempre de olho no nosso blog: aqui trazemos dicas e curiosidades do universo educacional para você!

Amei
Grandes Cursos!!!
Melhor curso da minha vida!!!