Curso técnico: o que é, seus tipos, suas áreas e por que fazer?

24 de novembro de 2021

O curso técnico é a melhor opção para quem está precisando trabalhar. A demanda por profissionais de nível técnico na indústria brasileira está aumentando ao longo dos anos. Dessa forma, fica cada vez mais claro, para os jovens e adultos, a necessidade de incluir o ensino técnico em seus currículos.

Então, preparamos um artigo com tudo que é importante saber sobre essa modalidade de ensino.

 

1) O que é um curso técnico?

O curso técnico é uma modalidade de ensino que pode ser realizada pelos alunos durante o Ensino Médio ou após a conclusão do Ensino Básico.

A idade mínima para realizar o curso técnico é de 16 anos. Já em relação a sua duração, é possível concluí-lo em 1 a 2 anos, o que é considerado um diferencial para quem quer ingressar rapidamente no mercado.

Ao finalizar, o estudante receberá o diploma de conclusão do curso técnico. Além disso, é importante ressaltar que o diploma é válido em todo Brasil e, sobretudo, no exterior, por meio de trâmite entre o governo brasileiro e governo do país estrangeiro.

 

2) Quais são os tipos de cursos técnicos? 

Podem ser divididos em três categorias, cada uma com suas próprias particularidades:

 

  • Integrado;

 

O aluno faz ao mesmo tempo o ensino médio e o curso técnico. No fim, ele recebe dois diplomas: diploma de conclusão do médio e diploma de conclusão de técnico.

Ou seja, nesta modalidade, ambos os cursos devem ser feitos na mesma instituição, em horários diferentes. Para ser matriculado no curso técnico, é necessário ter concluído o ensino médio.

 

  • Externo ou concomitante;

 

Para fazer um curso nesta modalidade, o estudante precisa ter finalizado o ensino médio ou então estar cursando os dois anos finais. A diferença em relação à modalidade anterior é que tanto o Ensino Médio quanto o curso técnico, deverão ser feitos ao mesmo tempo, porém em instituições diferentes.

 

  • Profissionalizante ou subsequente.

 

O aluno que já concluiu o Ensino Médio pode iniciar o curso técnico, em outras palavras, ele o realiza subsequentemente ao Ensino Médio.

 

3) Quais são suas áreas?

A princípio, o Ministério da Educação (MEC), através do Catálogo Nacional de Cursos Técnicos (CNCT), reconhece 13 áreas, ou eixos tecnológicos, que servem como base para cerca de 200 cursos técnicos.

São elas:

 

  • Ambiente e Saúde;
  • Controle e Processos Industriais;
  • Desenvolvimento Educacional e Social;
  • Gestão e Negócios;
  • Informação e Comunicação;
  • Infraestrutura;
  • Militar;
  • Produção Alimentícia;
  • Produção Cultural e Design;
  • Segurança;
  • Recursos Naturais;
  • Produção Industrial;
  • Turismo, Hospitalidade e Lazer.

 

4) Por que fazer um curso técnico?

Segundo pesquisa feita pelo SENAI, entre 2008 e 2012, aproximadamente 74% dos estudantes que realizaram cursos técnicos, um ano depois da sua conclusão já estavam inseridos no mercado de trabalho.

Confira 3 vantagens desta modalidade:

 

  • Praticidade;

 

Porque o curso técnico é prático? Nele, o estudante é preparado, de forma prática, para ser qualificado profissionalmente, enquanto deixa a parte teórica de lado e foca em finalizar seu estudo para atuar na sua respectiva área assim que concluir o curso.

  • Acessibilidade;

 

A acessibilidade aparece nos cursos técnicos pelo fato das mensalidades serem mais acessíveis e menos custosas em comparação com as dos cursos superiores.

  • Rápida inserção no mercado.

 

Com a duração média de dois anos, o curso técnico prioriza a rápida inserção no mercado para os estudantes. Assim, oferece ensinamentos, ferramentas e princípios para eles atenderem as demandas do mercado.

 

Aqui, você pode ver nossos cursos técnicos do SENAI que estão disponíveis! Siga-nos também nas redes sociais: