Notícias

Senai inicia em Alagoas preparação na ocupação TI visando à Worldskills na China

Terça-feira, 10 de dezembro de 2019

Durante o workshop, que começou na última segunda-feira (9) e segue até esta sexta (13), deve ser formado o time responsável por selecionar o próximo competidor brasileiro na competição mundial

Treinadores e alunos do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) de sete estados e do Distrito Federal participam, em Maceió, de um workshop que marca o início da preparação da equipe brasileira que competirá na WorldSkills Shanghai 2021, ocupação TI – Soluções de Software para Negócios.

A Worldskills é a maior competição de educação profissional do mundo. Neste ano, aconteceu em Kazan, na Rússia, reunindo 1.354 jovens de 63 países. O Brasil ficou na terceira colocação geral. A meta, agora, é alcançar um resultado ainda melhor na China.

Para isso, o gerente do Núcleo de Tecnologia Multimídia (NTM) do Senai Alagoas, Robert Knowles, está compartilhando as experiências que teve em Kazan, como expert internacional de TI. “O objetivo aqui é disseminar o conhecimento, equilibrar os competidores, os treinadores dos demais estados que não tiveram a oportunidade de participar lá, na Rússia”, explica.

Durante o workshop, que começou na última segunda-feira (9) e segue até esta sexta (13), deve ser formado o time responsável por selecionar o próximo competidor brasileiro na Worldskills.

“Após a seleção, vamos montar a equipe de treinamento para que o aluno escolhido seja bem capacitado para trazer medalha de ouro lá, no internacional. A equipe de treinamento, provavelmente, também vai ser montada por integrantes dos Departamentos Regionais que estão aqui”, destaca Knowles.

Além de Alagoas, participam do workshop em Maceió representantes de Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Santa Catarina, Tocantins, Espírito Santo e do Distrito Federal. As seletivas da ocupação TI – Soluções de Software para Negócios para a Worldskills na China acontecem em agosto do próximo ano, em Tocantins.

Este é apenas o início de um processo rigoroso de escolha. “Nessa fase, serão selecionados três alunos que vão ficar treinando, por um período determinado, no Departamento Nacional do Senai. Posteriormente, desses três, a gente selecionar um que será o representante do Brasil “, conclui o expert.

Compartilhe: