Área do clienteCadastre-se

Notícias

Senai/AL mostra planta didática na exposição da revista Exame

Segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

Exposição marca os 50 anos da publicação da Editora Abril

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) de Alagoas está mostrando a Planta Didática de Petróleo na exposição interativa “Examinando o Brasil”, que marca as comemorações dos 50 anos da revista Exame, publicação da Editora Abril. O evento acontece até 4 de fevereiro, no Shopping JK Iguatemi, localizado no bairro Itaim Bibi, com entrada gratuita.

A exposição mostra a evolução do país nos últimos 50 anos por meio de histórias e personagens da economia, da política e dos negócios. O evento pretende juntar gerações, tanto na busca do entendimento da trajetória econômica do Brasil quanto nos desafios de suas futuras decisões pessoais.

“O Senai tem mais de sete décadas de história no Brasil e, para nós, de Alagoas, é honroso representar a entidade nesta exposição. Nosso Estado se destaca no desenvolvimento de tecnologias, tendo conquistado premiações nacionais e internacionais, além de estar presente na formação de pessoal qualificado em vários estados, por meio de suas plantas didáticas”, destacou o diretor das Unidades Operacionais do Senai/AL, Marcelo Carvalho.  

A planta didática de petróleo, desenvolvida em Alagoas, participa da mostra por indicação do Departamento Nacional do Senai. O equipamento simula as operações de uma planta industrial em escala reduzida.

A planta viabiliza a inovação tecnológica do produto e do processo de forma avançada e econômica, utilizando diversas plataformas de comunicação em rede, ensaios laboratoriais, processo de produção e no tratamento de resíduos.

EXAME

Criada em 1967, a Exame tornou-se a marca editorial de negócios mais conceituada do Brasil. São 50 anos acompanhando a economia e contando a história do mundo dos negócios para leitores que buscam profundidade no tema.

“Exame surgiu há 50 anos com a missão de contribuir para disseminar informação de qualidade, realizar análises com profundidade e estimular o debate do que realmente interessa em cada momento histórico”, afirma André Lahóz Mendonça de Barros, diretor de redação da revista.

Compartilhe: