Notícias

Senai/AL é destaque em simulado internacional da WorldSkills 2019

Segunda-feira, 08 de julho de 2019

O simulado faz parte da preparação dos jovens para a WorldSkills 2019, a maior competição de educação profissional do mundo, que será realizada em agosto, na Rússia

Os brasileiros Gildson Hugo Cardoso dos Santos (Webdesign) e Gabriel Panca Ribeiro (Soluções de Software para Negócios) conquistaram os primeiros lugares durante uma disputa simulada internacional realizada em Brasília, nesse fim de semana. Os jovens competiram com representantes da Suíça, Coreia, Marrocos, Japão, Rússia, Malásia e Colômbia.

O simulado faz parte da preparação dos jovens para a WorldSkills 2019, a maior competição de educação profissional do mundo, que será realizada em agosto, na Rússia. O detalhe é que Gildson é aluno do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) de Alagoas. Já Gabriel, do Senai de Santa Catarina, é treinado pelo gerente do Núcleo de Tecnologia Multimídia do Senai/AL, Robert Knowles.

A fase de treinamentos continua por mais quatro semanas. Depois, os competidores viajam para Kazan, na Rússia. Para o treinador de Gildson Hugo, Marcelo Sthrel, também do Senai/AL, o objetivo é só um. “Vamos em busca do ouro, sem dúvidas”, disse. É essa mentalidade que também está contagiando o aluno do Senai/AL.

“É um período muito importante e produtivo em minha vida. Fico muito feliz de ter chegado até aqui, porque nunca pensei de estar onde estou agora. Nada é inalcançável. Quero representar meu estado e meu país muito bem e voltar para casa com o ouro”, disse Gildson.

O resultado obtido pelos brasileiros é fruto de muito suor, destaca Robert Knowles. “O desempenho do Gabriel não poderia ter sido melhor, ele conseguiu atingir uma pontuação bem à frente do segundo colocado (Rússia) e do terceiro (Coreia). Ele tem boas chances de pódio na Rússia”, vibrou o expert.

A Worldskills

Realizada a cada dois anos, a WorldSkills é a maior competição de educação profissional do mundo. Os melhores alunos de países das Américas, Europa, Ásia e África e Pacífico Sul disputam medalhas em modalidades que correspondem às profissões técnicas da indústria e do setor de serviço.

Eles precisam demonstrar habilidades individuais e coletivas para responder aos desafios de suas ocupações dentro de padrões internacionais de qualidade.

Compartilhe: