Área do clienteCadastre-se

Notícias

Indústria propõe parceria com Estado para urbanizar lagoa de macrodrenagem no Polo Industrial

Terça-feira, 17 de abril de 2018

A Federação das Indústrias do Estado de Alagoas (Fiea) vai elaborar um projeto arquitetônico e apresentá-lo ao governo do Estado

Com foco na segurança dos alunos de uma de suas unidades de educação, a Federação das Indústrias do Estado de Alagoas (Fiea) vai elaborar um projeto arquitetônico e apresentá-lo ao governo do Estado, para reurbanização, com iluminação, praça e calçada, da avenida às margens da lagoa de macrodrenagem do Polo Multissetorial Governador Luiz Cavalcante.

A escola do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), que fica próxima ao logradouro, enfrenta problemas de segurança devido à ocupação desordenada daquela área, no Tabuleiro.

Durante encontro na tarde desta terça-feira, 17, entre o presidente da Fiea, empresário José Carlos Lyra de Andrade, o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e do Turismo, Rafael Brito, e o superintendente de Projetos Especiais da Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinfra), Teógenes Cafe, ficou definido que o projeto arquitetônico elaborado pela entidade da Indústria será licitado pelo governo do Estado, que executará a obra. A Federação das Indústrias também se dispôs a fazer a manutenção do espaço.

Ao defender a parceria, o empresário José Carlos Lyra argumentou que, além de proporcionar mais segurança aos estudantes do Senai e aos trabalhadores do antigo Distrito Industrial, que passam diariamente pelo local, a obra vai resolver outras questões como a ocupação desordenada da área e impedir a agressão ambiental à lagoa da macrodrenagem.

“Tem muito lixo jogado aqui, que acaba caindo na lagoa, o que atrapalha o escoamento da água e provoca alagamentos durante as chuvas”, alertou o presidente da Fiea. Durante a visita, ele e os secretários testemunharam um carroceiro despejando entulho no local.

Na oportunidade, Teógenes Cafe revelou que outra obra de segurança deve ser concluída pelo governo do Estado. Trata-se do cercamento do entorno da lagoa, ação que integra o projeto da macrodrenagem, providência cobrada pelo Ministério Público.

“Recebendo o projeto, há todo o interesse do Estado de fazer a obra, por meio da Seinfra, em parceria com a Sedetur, porque [o Polo Multissetorial] é uma área importante para Maceió, onde estão grandes empresas”, afirmou, no encontro, o secretário Rafael Brito.

Ele ressaltou a importância de garantir um ambiente mais seguro para quem estuda. “A gente também está tratando com pessoas que querem melhorar de vida através do trabalho, então, é necessário dotá-las de toda condição possível para que continuem estudando e aumentem o seu grau de empregabilidade”.

As ações criminosas naquela região caíram nos últimos meses com a presença da Força Tarefa. Após a urbanização, a expectativa é que a sensação de segurança cresça ainda mais.

Compartilhe: